(61) 3387-6171
Segunda - Sexta: 9h00 as 17h00
Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

13/04/2020

Conheça as Partes de um Sistema de Chopp

Todo bar ou restaurante precisa de um sistema confiável para servir o seu chopp se quer ser capaz de satisfazer seus clientes. Com certeza é muito mais fácil contratar um profissional para instalar o seu sistema de chopp (nós da Getel Equipamentos fazemos isso pra você), mas se você realmente se preocupa com o produto que oferece aos seus clientes é uma boa idéia ter ao menos um entendimento básico de como o sistema de extração de chopp funciona.

 

Sistema de Chopp - Getel Equipamentos

 

1. Cilindros de CO2 ou Mistura de Gáses (Co2/Nitrogênio)

Estes cilindros, ou mais especificamente o gás pressurizado dentro deles, são o que ajudam a impulsionar sua cerveja do barril até a torneira. Quando este gás pressurizado é direcionado para o barril através da válvula extratora ele força a cerveja a sair através da linha de chopp, onde viaja até a torneira para que você possa servir o copo do cliente.

 

2. Regulador Principal

O conteúdo do gás dentro do seu cilindro está a uma quantidade enorme de pressão. Se você não tiver cuidado ao controlar essa pressão, a cerveja dispensada será apenas espuma que ninguém quer beber. O regulador principal ajuda a evitar esse problema e garante que seu gás faça seu trabalho. Normalmente, um regulador primário terá um indicador de alta pressão e outro de baixa pressão para que você possa identificar e solucionar rapidamente quaisquer problemas.

 

3. Linhas de Gás

Estas linhas  de tubulação (sempre de grau alimenticio) ajudam a transportar o gás do cilindro para o resto do seu sistema. Normalmente, eles se conectam diretamente a valvula do cilindro através de uma peça rosqueável. Muitas vezes optamos por utilizar uma tubulação em uma cor diferente para ajudar a diferenciar facilmente a linha de gás da linha de cerveja.

 

4. Misturador de Gáses (Blender)

Um sistema de chopp bem planejado deve estar pronto para oferecer aos clientes uma grande variedade de estilos de chopp. Claro, para dispensar com sucesso, muitas dessas cervejas requerem diferentes tipos de gases (CO2, nitrogênio ou uma mistura de ambos). O misturador de gás permite que você distribua facilmente várias cervejas diferentes, exigindo uma mistura específica de CO2 e nitrogênio. Com um misturador de gás, você não precisa manter um cilindro de gás especificamente misturado para uma determinada torneira/estilo de cerveja.

 

5. Regulador Secundário

Ao oferecer vários barris com um único cilindro, um regulador secundário ajuda a garantir que cada barril seja servido exatamente na pressão certa que o estilo da cerveja requer. O regulador primário ligado diretamente ao cilindro ainda é necessário como componente de solução de problemas no ponto de distribuição, mas o regulador secundário permite pressões individuais. Semelhante a um misturador de gás, isso ajuda você a economizar espaço por não precisar de um cilindro separado em uma pressão separada para cada chopp que deseja servir.

 

6. Válvula Extratora

A válvula extratora se conecta diretamente ao barril com uma vedação hermética. A conexão da válvula extratora empurra o embolo do tubo sifão (posicionado na barril) e atua como um ponto de junção muito importante no sistema. A válvula extratora tem dois engates - um para a linha de gás (para que o gás seja empurrado para o barril) e um para a linha de cerveja (para que a cerveja seja empurrada para fora). Garantir que suas linhas estejam conectadas firmemente é muito importante e é um processo extremamente rápido. Por favor, note que as válvula extratoras tem uma variedade de diferentes formas e tamanhos para combinar a variedade de barris que diferentes cervejarias usam para embarrilar a sua cerveja. A válvula extratora mais amplamente utilizada no Brasíl é o tipo S (S System), mas é possível (talvez até provável) que você precise de pelo menos um ou dois outros estilos de acopladores a disposição.

 

7. Linhas de Chopp

A linha de cerveja é essencialmente a mesma coisa que a linha de gás, exceto que ela se liga diretamente a válvula extratora e de outro lado a torneira dispensadora ou torre. 

 

8. Linha de Glicol (Tubo Phyton)

Para a maioria dos sistemas comerciais de distribuição de cerveja na pressão, e QUALQUER sistema que tenha uma distância considerável entre os barris e as torneiras, uma solução de resfriamento é necessário para manter a cerveja na temperatura ideal até mesmo dentro da tubulação. Um sistema de glicol geralmente é uma unidade elétrica, que contém um reservatório com uma mistura de anticongelante e água. Esta mistura é empurrada através de linhas de tubulação que ficam diretamente em contato com suas linhas de cerveja dentro de um duto revestido de um isolamento térmico. Com esta configuração, sua cerveja pode percorrer até 150 metros e manter uma temperatura constante e perfeitamente refrigerada para que você possa ter certeza de que cada copo que você servir estará dentro da espectativa até mesmo dos seus clientes mais exigentes. A linha de Glicol pode ser configurada para fornecer refrigeração a praticamente qualquer número de linhas de cerveja (embora possa ser necessário múltiplos pré-resfriadores e linhas tronco para fazer o trabalho corretamente).


9. Pré Resfriador

O pré-resfriador é uma unidade elétrica que fornece um poder confiável de refrigeração que mantém sua cerveja gelada. Nada é mais importante que isso nos sistemas remotos.

 

10. Torre

Uma torre de cerveja é onde todas as suas linhas de cerveja estão alojadas. Dentro da torre de cerveja, as linhas de cerveja se prendem a uma haste ou diretamente a torneira. As torres vêm em uma grande variedade de formas e configurações para combinar suas necessidades de serviço e também a decoração do seu ponto de venda. Você pode até escolher se sua torre irá anexar diretamente ao topo da bancada, na parede da camara fria ou até mesmo o seu teto.

 

11. Torneira Dispensadora (torneira de chopp)

Essa é a parte do seu sistema de chopp que você provavelmente está mais familiarizado. Essencialmente, é uma especie de alavanca que puxada, faz a cerveja derramar dentro do copo. Mas não se confunda em pensar que todas as torneiras de cerveja são exatamente as mesmas. Uma torneira tipo Americado certamente permitirá que você faça um serviço básico, mas se você quer uma melhor experiência geral para o seu cliente, controlando o fluxo e oferecendo um creme persistente, as opções mais comuns são as torneiras tipo Italiana ou tipo Belga.

 

12. Bandeja Pingadeira

Quem gosta constantemente de limpar respingos de chopp? Uma bandeja pingadeira é um detalhe aparentemente insignificante que pode fazer uma grande diferença na eficiência do seu serviço e na limpeza geral do seu estabelecimento.